O pensamento de Karl Marx e Friedrich Engels

02-03-2011 07:55

 

I – Introdução

Na Alemanha do século XVIII, surgia outra forma de vida da sociedade, devido a Revolução Industrial, a população se tornava capitalista, tendo acumulo de riquezas para uns e pobreza para outros.

Entre o século XVIII e XIX, surge dois grandes sociólogos na Alemanha, Karl Marx e Friedrich Engles, que também se destacaram em outras áreas como na filosofia e história na época do surgimento do capitalismo, no qual se destacava o materialismo da sociedade em suas diversas formas.

Com eles nasceu o Marxismo ou socialismo científico, que gerava inquietação com as mesmas causas da época, como o modo de produção, luta das classes, materialismo histórico, mais-valia  e entre outros.

II – Desenvolvimento

1. Bibliografia de Karl Heinrich Marx

 Nascido em 5 de maio de 1818, em Tréveris na Alemanha, falecido em 14 de março de1883 em Londres, foi economista, sociólogo e filósofo, considerado um dos fundadores da sociologia tendo no Marxismo e Hegelianismo como seu principal marco. Tinha sua visão voltada para as causas trabalhistas como o modo de produção, mais-valia, acumulação primitiva, materialismo histórico, luta de classes, materialismo dialético.

Quando estudava na Universidade de Berlim foi influenciado pelos pensamentos de Hegel, participando do movimento dos Jovens Hegelianos, foi impedido de prosseguir seus estudos e expulso da Alemanha, sustentou-se com artigos que publicava ocasionalmente em jornais alemães e estadunidenses, bem com por diversos auxílios financeiros vindos de seu amigo e colaborador Friedrich Engels. Casou-se teve 5 filhos, 3 faleceram na infância devido às péssimas condições financeiras, mas casou bem suas 2 filhas para não passarem mais por dificuldades.

Hoje é considerado um dos maiores pensadores, principalmente dos preceitos alemães e o maior filósofo de todos os tempos.

2. Bibliografia Friedrich Engels

Nascido em 28 de novembro de 1820 em Wuppertal na Alemanha falecido em 5 de agosto de 1895 em Londres na Inglaterra, possuía visão voltada para Filosofia política, Política, Economia, Luta de Classes, Evolucionismo, Dialética da natureza, materialismo histórico, mais-valia, ideologia, alienação, fundador junto com Marx do Marxismo.

Foi um filósofo alemão parceiro de Karl Marx em publicações de obras literárias, em fundação do Marxismo e um grande amigo. Soube analisar a sociedade de forma muito eficiente, influenciado pelo Marxismo.

3. O pensamento de Marx e Engles

A parti desses dois a sociologia tem um conhecimento crítico e negador da sociedade capitalista, disciplinando-a especifica oferecendo explicação  e colocando em evidencia as dimensões globais, seus trabalhos foram realizados com experiência em lutas políticas.

Acreditavam que era necessário empreender uma análise histórica da sociedade capitalista, colocando às claras suas leis de funcionamento e de transformação, destacado ao mesmo tempo os agentes históricos capazes de transforma-la.

A filosofia alemã  da época estava em contato com a dialética hegeliana que possuía caráter revolucionário e idealista.

Assinalavam que a sociedade capitalista o interesse econômico individual foi tomado como um verdadeiro objetivo social, sendo voz corrente nessa sociedade que a melhor maneira de garantir a felicidade de todos seria os indivíduos se entregarem a realização de seus negócios  particulares. No entanto, admitir que a produção da sociedade fosse realizada por indivíduos isolados uns dos outros não passava de ficção.

Para os Marxistas o interesse era a luta as classes e ao a harmonia pois para eles os socialistas e os comunistas constituíam os representantes da classes operaria pois o tinham uma visão diferente do positivismo que via a divisão do trabalho fonte de solidariedade, quanto para eles era uma forma de realização de exploração, antagonismo e alienação.

Mostraram que a alienação da industria, a propriedade privada e o assalariamento separavam o trabalhador  do fruto do seu trabalho apropriado pelo capitalismo. A classe de estado  representa apenas a classe  de estado  representa penas  a classe dominante e age conforme o interesse desta.

Segundo Marx as desigualdades são a base da formação das classes sociais, ele identificou a burguesia e o proletariado. A sociedade encontrou nesses pensamentos inspiração para se tornar um empreendimento critico e militante, desmistificador da civilização burguesa, e também um compromisso com a construção de uma ordem social na qual fossem eliminadas as relações de exploração entre as classes sociais.

 

III – Conclusão

 Os pensamentos de Marx e Engles forneceram uma importante contribuição para a analise de ideologia, para a compreensão das relações entre as classes sociais, para o entendimento da natureza e das funções do Estado, para a questão da alienação etc. De considerável valor, destacando às ciências sociais.

 

 

Voltar

Procurar no site

© 2011-2013 Todos os direitos reservados. Partido Comunista Brasileiro - PCB/SE

loja online grátis Webnode